quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Relato pessoal II

Noite de 19 de maio 1986 20h15.

Naquele dia faltei a aula para assistir um capítulo que julgava importante da novela, e enquanto esperava término do Jornal Nacional, fiquei sentada a mesa com meu rádio de mão a pilha também ligado.
De repente às 20h15 a televisão e rádio saíram do ar.
Eu disse: não é possível, não pode ser!!!
Pedi a minha mãe que fosse virar a antena para que a tv voltasse a imagem.
Para meu espanto quando saí para fora ví o céu totalmente limpo, estrelado, sem vento e não entendi o porquê a tv estava então fora do ar.
Aquilo só acontecia quando chovia ou ventava muito.
Pois bem, reparei que a LUA estava linda..como nunca a tinha visto antes.
E comentei com minha mãe.
Nossa!  nunca vi uma LUA tão linda, nem consigo ver São Jorge nela.
(Ver São Jorge na Lua é uma expressão folclórica que algumas pessoas dizem sobre as sombras das montanhas da lua...sinceramente até hoje não conheço sua verdadeira estória).
Mas enfim após o comentário continuei a murmurar pois estava indignada com a minha falta de sorte de talvez não poder assistir a novela.
Quando saí para fora da casa, notei que a LUA estava menor.
Estranhei, mas ainda assim não me toquei de nada.
Entrei em casa murmurando (ficava mexendo em todos os botões da tv com esperança que isso fizesse com que a imagem voltasse), e quando saí, a LUA estava maior e cintilava muito.
Comentei com minha mãe que a LUA estava muito linda e como o tempo estava passando rápido, pois ela estava mudando muito sua posição, e ela estava muito clara naquela noite.
Foi ai que voltei para a casa NOVAMENTE murmurando e minha mãe continuou lá fora virando a antena para todos os lados para que a TV entrasse com a imagem no ar. 
Nesse momento ela começou a prestar mais atenção na LUA (baseado em meu comentário), e quando saí ao seu encontro, ví minha mãe com um semblante de espanto, sem falar uma palavra e me dando sinal para que eu olhasse para cima na direção da antena.
E eu não entendia seus gestos, quando ela gritou: OLHE PARA CIMA.
Eu vi a LUA (que não era a Lua) do tamanho de uma bola de futebol de salão bem na direção da antena.
Vimos que em segundos ela diminui de tamanho, aquilo se moveu a uma velocidade surpreendente, pairou no ar quando estava no tamanho de uma bola de bilhar e novamente diminui de tamanho( porque creio que continuou subindo) fez um movimento em forma de Z e desapareceu..
E de lá de fora pudemos ouvir a tv e o rádio que voltaram a funcionar normalmente.
Depois de tudo me odiei por não ter prestado mais atenção naquela esfera que eu julgava ser a Lua. COMO EU PUDE não perceber.
E aquilo ficou ali até ás 20h45.
E aquela noite não tinha LUA 😞👊.



Postado por: Jane Binário
Fonte do vídeo: http://www.youtube.com/watch?v=jWwRW9BCU2A

"Estranho mesmo é o vídeo ter sido tirado do ar".


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Dna Binário agradece seu comentário.
Seja sempre bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...