quinta-feira, 2 de julho de 2015

Sonho Lúcido - Relato Pessoal III.

A premissa de um sonho lúcido é simples e, ao mesmo tempo, misteriosa: um sonho lúcido é aquele em que você sabe em que está sonhando.

A maioria de nós acorda ou tem o sonho imediatamente interrompido quando descobre, no meio dele, que está sonhando. O susto parece trazer nossa consciência de volta do mundo onírico.

Mas o que talvez você não saiba é que tem gente que consegue ter sonhos lúcidos com bastante frequência e inclusive permanecer neles, mas alerta. E isso significa ser capaz de fazer tudo o que você faz acordado, mas em sonho.

Pois bem o fato é, como ter um sonho lúcido onde você está envolvido em fatos que você nunca soube enquanto estava acordado.

Então a partir daí começa o mistério.

Relato de um sonho lúcido.

Sexta-feira dia 22 de agosto de 2008 um dia como outro qualquer, levantei de manhã, fui trabalhar normalmente e a noite fui para cama entre 10h00 e 10h30 no máximo.

Madrugada do dia 23 de agosto acontece um sonho estranho.

Estava caminhando em uma colônia de fazenda, um lugar de campo aberto. Era fim de tarde onde o céu ainda mesclava no infinito uma pontinha de claridade solar. E enquanto as luzes dos postes iam se acendendo o oposto daquele fio de luz  era do mais profundo escuro.

Representação parecida com a colônia no sonho.

De repente uma nave (alienígena) passou sobre nossas cabeças, voando baixo.
Cruzou da direita para esquerda.  Novamente da esquerda para direita.
Depois norte sentido sul. E sul sentido norte. 

Era como se ele quisesse chamar a minha atenção. E eu nem aí para ele.
Olhei para a criança que caminhava comigo e disse: em outros tempos eu daria a vida para ver uma nave como essa, mas hoje nem me importo.

E em seguida a nave se chocou contra o chão a minha direita em uma distância de 20 ou 30 metros.
Corri para ver o que havia acontecido já que entendi que aquela foi a forma que ele encontrara de me chamar verdadeiramente a atenção.
A nave se abriu. E ali estava um ser alienígena de 1,20cm de altura não mais que isso, de cor cinza muito claro, magro e de pele enrugada. Com a respiração ofegante quase sem vida me estendeu a mão direita (tinha dedos longos) e me entregou um bilhete.

Representação muito parecida do alienigêna.

Falava comigo em pensamento. E me disse: a nossa vinda é inevitável, somos uma raça onde existe o bem e mal, e o mal chegará a todos vocês. 
Venho para alertar que uma invasão acontecerá onde todo a rede de comunicação será afetada.
E para que a comunicação seja interrompida.
Um vírus será instalado nos computadores de transmissão de energia elétrica e tudo será desligado.
 E o caos se instalará.

Todas as grandes capitais serão infectadas onde se estenderá para as pequenas cidades.
A cidade de São Paulo em seu subsolo na central de energia da metrópole será a primeira a ser atacada. (Não sei se na verdade uma central de energia subterrânea existe e se existe nunca soube dela).

Venho alertar e fornecer o código, a equação que vai anular qualquer tipo de invasão aos sistemas elétricos que impedirá de deixar todos vocês sem defesa alguma.

Como eu lhe disse de onde venho existem bons e maus. Procure pelo DNA Binário, procure pelo DNA Binário e me entregou o bilhete com o rascunha da equação.

O corpo do Alien se desintegrou e naquele momento helicópteros e carros da polícia nos rodearam. 
Naquele momento prenderam-me e arrancarm o bilhete das minhas mãos. Levaram-me para a uma sala enorme que mais parecia uma daquelas salas enormes da NASA, com grandes telões e com a equação escrita na tela.

E eles me perguntaram. Como usar e quando usar essa equação?  
O que ela significa? O que acontecerá se a usarmos?
E eu não conseguia responder, só dizia; eu não sei, eu não sei...

Fiquei  em pânico, desesperada porque não encontrava nenhum papel e caneta para marcar aquela equação que no meu sonho eu sabia que era muito importante. E pensava. 
Meu Deus preciso marcar isso urgente porque a qualquer momento eu vou acordar e não vou conseguir me lembrar.

 E o desespero tomava conta mim por não conseguir encontrar meios para escrever para não esquecer.
Acordei! Acordei batendo a mão no criado mudo procurando por uma caneta. 
E mesmo já acordada saí a procura de uma caneta no meu quarto escuro.

Recordo como se fosse hoje meu pensamento naquele momento.
Nossa que tonta porque estou procurando uma caneta, já acordei!!!!!

E como eu já previa. Esqueci o conteúdo da equação.
Enfim!! Voltei a dormir ainda era de madrugada e não era hora de levantar.

Levantei como de costume sábado as 7h00s. 
Tomei meu café e fui trabalhar. Nessa época trabalhava na biblioteca de uma Instituição de Ensino Superior. Em determinado momento já guardando alguns livros no acervo me veio a memória. Procure pelo DNA Binário!!!

Naquele momento tive um sobressalto e pensei, meu Deus o sonho!!

E fiquei meditando naquele sonho louco. Será uma inspiração para meu TCC já que estava estudando Sistemas de informação e minha filha Biomédicas. Seria esse um sinal para nós duas construírmos juntas um trabalho de conclusão de curso?
Bom, vou pesquisar.

Sentei-me diante do computador e digitei no Google DNA Binário. Relembrando que o ser alienígena me pediu para procurar por isso. Então vamos lá.
O primeiro resultado que me apareceu na época foi esse. A Mensagem de Arecibo.
 1º Resultado da pesquisa no google

Quando abri o conteúdo quase tive um infarto.
Eu tremia, sentia náuseas, calafrio. Naquele momento eu descobria que o sonho não era sonho.
Poderia ser qualquer coisa. Um contato pós sono, um aviso, premonição, revelação, tudo menos sonho. 

Não poderia me enganar achando que era uma coincidência porque não era. Não existem coincidências nesse nível.

A muito tempo eu não procurava saber sobre questões ufológicas, nem sabia dos crops circles, nem da mensagem de Arecibo enviada em 1974.
Não alimentava até aquele momento nenhum interesse nas questões UFO.

Então porque ter um sonho lúcido, ainda mais nesse nível?
Confesso que fiquei muito tempo apreensiva e fazendo um esforço imenso para tentar me recordar do contéudo da equação, porém nunca consegui.

E foi assim que nasceu esse blog. DNA BINÁRIO - ID Alien (Dna Binário - Identificação Alien).

Por: Jane Binário.






Um comentário:

Dna Binário agradece seu comentário.
Seja sempre bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...